Mais Autoconhecimento Erickson Rosa

Felicidade Consciente X Felicidade Condicionada

Dalai Lama diz que todos os seres aspiram se livrar do sofrimento e alcançar a felicidade. Ao meu ver essa afirmação é muito acertada, pois sempre ficamos buscando ir a lugares que consideramos mais adequados e melhores. Esse é o engano que faz não encontrarmos nossa própria energia de bem-estar. O engano de que nossa felicidade não pode ser autônoma. 

Felicidade Consciente X Felicidade Condicionada

Como encontrar a felicidade de maneira consciente? Como abelhas voando atrás do mel, ficamos buscando a felicidade, acreditando que ele estará na próxima flor. Assim como a abelha, ficamos zanzando, sempre prontos a pular para a próxima flor, esquecendo de onde está a energia que gera nossa alegria. 

Nesse texto quero falar sobre dois tipos de felicidade. Uma que está sempre atrelada com o sofrimento e que, inevitavelmente, nos trará problemas. A segunda é uma consciência sobre como opera a energia da felicidade. Como podemos fazer para sempre mantermos um olhar que sustenta nossa energia interna de alegria e bem-estar? Esse texto é sobre esse assunto. Então se prepare.

A FELICIDADE CONDICIONADA

Por que dizemos felicidade condicionada? Porque, de maneira geral, condicionamos nossa felicidade as coisas. Pensamos que se criarmos as situações específicas, seremos mais felizes. Fazemos isso com tudo, seja uma nova casa, um novo trabalho ou uma outra situação de vida. Ao desejarmos algo estamos criando uma felicidade que é condicionada a conquista e manutenção de algo. 

Por exemplo, digamos que uma pessoa está infeliz em seu trabalho. Essa pessoa percebe que o trabalho é uma fonte de desprazer. Então ela cria uma energia de aversão, que produz uma sensação de sofrimento. Assim, ela se prepara para fazer a mudança em sua vida: ir para um novo trabalho. Essa mudança é baseada na crença de que o novo serviço trará uma grande felicidade. Não notamos que há uma insatisfatoriedade sempre presente a cada coisa que conquistamos.

INSATISFAÇÃO NA FELICIDADE

Toda vez que conquistamos algo, seja uma casa nova, um novo relacionamento, uma roupa nova, sentimos uma sensação de alegria e bem-estar. Entretanto, não enxergamos duas coisas: primeira que essa satisfação dura um certo tempo e depois logo queremos a próxima roupa ou o próximo carro. Há sempre um insatisfatoriedade presente em todos objetos. Ela pode demorar um tempo para se manifestar, mas sempre aparece. 

IMPERMANÊNCIA E A FELICIDADE 

O segundo ponto é a impermanência. Todas as coisas possuem um tempo de existência, inclusive nossa satisfação com as coisas. Se olharmos para o mundo não conseguiremos apontar nada que dure para sempre. Todas as coisas possuem um tempo de permanência e de cessação daquela existência. Nós somos assim. 

Contudo, sofremos por não entender profundamente isso. Achamos que a existência das coisas é eterna. Não conseguimos ver isso e por essa razão colocamos nossa felicidade nas coisas. Ancoramos nossa felicidade em ter as coisas e sem elas pobre de nós. Se as coisas estão bem, estamos felizes, por isso sofremos para mantê-las, pois e as perdemos o sofrimento nos atinge.

Felicidade Consciente

FELICIDADE CONSCIENTE

Mas se nossa felicidade está condicionada nas coisas, como expressar essa verdadeira felicidade? A resposta é entender que quando manifestamos a alegria, criamos uma energia que está condicionada nas coisas, mas que podemos gerar ela sem a condicionarmos. Vamos falar sobre essa energia constante.

ENERGIA DA FELICIDADE CONSCIENTE

Quando compramos um carro ou trocamos de emprego, ou viajamos para um lugar que gostamos, sentimos uma felicidade e alegria preencher nosso coração. Mas essa alegria está nas coisas ou está dentro de nós? Se as emoções já estão nos objetos elas devem sempre dar a mesma sensação em quem quer que a experimente. Por exemplo, se você sente alegria ao viajar para praia, todas pessoas deveriam sentir isso. Mas nem todos sentem isso. Basta ver as placas de vendem-se em casas da praia. 

Isso significa que nós criamos a energia no contato com as coisas. Se compramos um carro e nos sentimos atraídos por ele, essa é nossa energia. Uma mesma pessoa pode ver o mesmo carro e não sentir a mesma atração que sentimos. Mas a questão aqui é de onde brota a energia? De onde brota a energia que gera a felicidade e alegria em nosso interior? Ela se manifesta na dependência das coisas, mas podemos manifestar essa energia livre das condições.

GERANDO ENERGIA DE FELICIDADE CONSCIENTE E AUTÔNOMA

Para aprendermos a gerar nossa própria energia temos que primeiro aprender a não ceder aos impulsos de nossa mente. Essa é uma etapa que não é muito fácil, mas que com empenho podemos desenvolver. Precisamos primeiro estabelecer o equilíbrio de nossa energia. Tudo que fazemos envolve nossa energia, seja ela mental ou física. 

Mas de maneira geral, essa energia não é dirigida. Ela fica solta e desgovernada durante nossa vida. Basta que você observe se consegue manter o foco em algo por mais de cinco minutos. Experimente colocar um objeto em sua frente e focar nele, sem deixar sua mente flutuar, apenas olhar para o objeto. O mais é comum é sua mente se perder em pensamentos e acabar perdendo o foco. Isso acontece porque estamos acostumados a não treinarmos nossa energia. Ao treinarmos a energia em um único foco ganhamos consciência sobre como não ceder aos impulsos e deixar nossa mente nos levar como um cavalo desgovernado.

ESTABILIDADE 

Ao treinarmos essa estabilidade de energia começamos a entender que nosso condicionamento se dá ao nível de nossa energia. Quando olhamos algo é como se nossa energia ficasse presa. Por exemplo, olhamos uma bela foto de uma praia. Isso nos desperta muitas coisas, até mesmo o pensamento de que certamente seremos felizes em um lugar como aquele. Mas a foto é somente tinta e papel. A energia e a nossa emoção que brota vem de nosso interior que cria essa sensação. Se podemos criar essa sensação na condição da foto, podemos criar sem ela. Para isso precisamos aprender a não deixar nossa energia ser arrastada. Assim teremos mais domínio dela para podermos direcionar nossa energia quando quisermos. Assim ela passa a ser constante e não deixamos que ela caia quando estamos diante de situações que são aversivas. 

Felicidade consciente é ter consciência da energia que gera a mesma felicidade que está condicionada, mas que pode ser livre de condicionantes, apenas manifesta. Não falo de uma euforia, mas um bem-estar e alegria que são gerados por uma energia que se sustenta. 

PRÁTICA DA FELICIADE CONSCIENTE

Aqui vai a prática que você deve fazer para poder desenvolver essa energia que sustentará a sua felicidade. Sente durante apenas 10 minutos e comece a contemplar sua respiração. Veja o caminho que ela toma e quanto tempo demora. Veja a diferença das suas respirações. Olhe como seu corpo se comporta. Essa prática dará a você consciência sobre seu próprio respirar e começará a ver o quanto sua mente e energia não estão domadas.

No primeiro momento sentirá que sua mente foge, que ela escapa para outros pensamentos. Respire fundo e volte para o foco na respiração. Acalme a mente e não lute com os pensamentos que vem e vão. Isso é apenas sua mente fazendo o que sempre fez, mas agora você tem consciência desse movimento. Aprenda a prestar atenção em seu corpo e aos poucos irá acalmando sua energia. Essa simples prática iniciará você no caminho de controlar sua energia, sua FELICIDADE CONSCIENTE. Assim poderá gerar essa energia sempre que quiser. 

Claro que esse é o primeiro passo. Mas se praticar regularmente, em pouco tempo verá uma grande diferença. Semanalmente, iremos postar mais textos que te ajudarão nessa prática. Inscreva-se para receber nossas notificações e vamos juntos buscar uma FELICIDADE CONSCIENTE.

Se gostou desse texto, compartilhe esse artigo com quem você acredita que irá se beneficiar verdadeiramente. Comente abaixo também o que achou, vou adorar saber sua opinião.

(Por favor, apoie esse blog clicando em um dos anúncios. Obrigado).

 
Erickson Rosa

Sobre o autor | Website

Psicólogo clínico laureado pela PUCRS. Terapeuta formado em psicoterapia e em reprogramação mental. Autor do E-book com mais de 10.000 downloads, Cure a Ansiedade Sem Remédios. Desenvolvedor do Projeto Felicidade Consciente, do Método dos 8 passos e Colunista do UOL no Blog Horóscopo Virtual.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!



Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.