Mais Autoconhecimento Grupo Felicidade Consciente

Apego ou amor? Qual a diferença?

Nossa cultura está recheada de estórias de amores onde os personagens estão extremamente fixados um no outro. Talvez esse seja o ponto que gera nos relacionamentos tanta fixação e apego e acaba diminuindo o amor. Basicamente, não sabemos mais diferenciar o amor de apego. Isso fica misturado e não entendemos mais o que é um e o que é o outro.

Nesse texto gostaria de colocar uma fronteira entre essas duas formas de agir no mundo. Sim, estar apegado ou estar amando é uma forma de agir e não apenas de sentir. Também quero falar como o apego pode ser uma prisão e como o amor se transforma em nossa liberdade.

Apego

O Que é Apego Emocional e Como Controlá-lo? • Casule • Saúde e Bem ...

Apego deriva da palavra em latim PICARE, “agarrar, ter em si”.  Significa que quando estamos apegados, estamos fixados em agarrar, em ter para si aquilo que é objeto de nosso desejo. Ao mesmo tempo que agarramos, também estamos presos.

Há uma história que representa muito bem o apego.

O Macaco que se apega

Quando se deseja capturar um macaco, algumas tribos africanas utilizam um método muito curioso. O macaco é muito rápido e difícil de capturar.

Dessa forma, os africanos utilizam uma cumbuca de bocal estrito e colocam um torrão de açúcar ou uma banana. O macaco coloca a mão dentro da cumbuca para pegar sua recompensa, mas quando a pega não consegue tirar. Assim, os nativos o pegam, pois ele não consegue correr com a cumbuca presa em seu braço.

Ele está tão apegado a sua recompensa que não vê que se soltasse conseguiria se soltar e fugir de seus captores. O apego é assim. Não temos a possibilidade de soltar, de deixar ir e de olhar para o objeto de nosso apego longe de nós. Estamos agarrados e presos a isso, como o macaco em sua cumbuca.

E o amor

O amor é uma emoção de liberdade. Quando amamos desejamos que aquele ser seja feliz onde quer que esteja. Almejamos que o objeto de nosso amor encontre a felicidade, mesmo que distante de nós.

Nós também não estamos presos a isso, pois o amor se transforma em bondade amorosa. Nossas ações são livres e entendemos que onde quer que estejamos nosso sentimento não deixará de existir.

Liberdade e amor

Sair do apego é como sair de nossa prisão construída na carência. Acreditamos que sem o outro nosso mundo ruirá e que somente com a presença daquela pessoa podemos ser felizes.

Esse é o engano que a carência provoca em nós. Podemos desenvolver a liberdade ao olharmos o mundo e os outros como seres livres. Nosso amor deve ser para que desejemos a felicidade das pessoas que amamos, independentemente de onde estiverem.

Isso é manifestar nossa liberdade e nosso amor.

Semeando a energia

No entanto, não é fácil agir assim. Muito bonito falar e colocar em palavras, mas nossa energia se movimenta em outra direção e assim somos facilmente carregados ao apego. Ficamos como o macaco que sabe que ao abrir a mão fugirá, mas terá que abrir mão de sua recompensa.

Ficamos presos em nossa energia. Isso acontece porque nossa energia ainda está direcionada de uma determinada maneira. Precisamos mudar a nível de energia.

Para isso precisamos cultivar essa liberdade amorosa.

O caminho contemplativo do amor

Se desejamos sair do apego, podemos começar por esse caminho, contemplando a energia que se movimenta em nosso interior.

Para isso faça a seguinte prática:

  • Escolha um lugar que possa ficar em silêncio durante algum tempo (10 a 15 minutos)
  • Sente-se de maneira confortável e comece a pensar naquilo que sente apego, que não consegue viver sem.
  • Pergunte-se porque não consegue viver sem essa pessoa? O que lhe prende?
  • Porque tantas outras conseguem?
  • Olhe com atenção para sua emoção.
  • Agora pense que essa pessoa também possui a liberdade de se manifestar onde desejar
  • Deseje que essa pessoa seja feliz com suas escolhas.
  • Repita para si mesmo: eu libero e deixo ir. Eu deixo que o verdadeiro amor se manifeste
  • Agradeça essa prática.

Faça essa prática pelo menos 3X na semana. Ela será para trabalhar o apego que gera a prisão e mudar a energia para uma visão de liberdade e amor.

Fiz também um vídeo sobre essa temática onde falo mais sobre isso e como lidar com o apego:

https://youtu.be/WVm1pjSWCGQ

 
Grupo Felicidade Consciente

Sobre o autor | Website

Postagem realizada em colaboração por uma curadoria de conteúdo. O Grupo Felicidade Consciente é composto por autores e parceiros que se dedicam a fazer da vida uma prática constante de ampliação da consciência.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

2 Comentários

  1. Avatar Etelvina Esquipano disse:

    OII.Boa Tarde.Meu nome Etelvina Esquipano,tenho 67 anos,sou escorpiana.Sempre lutei pelo que eu queria,fui criada sem meu pai,era minha mãe e 5 filhos,eu era a cabeça da casa apesar de ser menor,15 anos de idade e toda responsabilidade.Mas nunca tive medo de nada e enfrentava tudo com dignidade.Aos 17 anos me apaixonei por um rapaz,meu verdadeiro amor.Com um ano de namoro ele terminou.Sofri e sofro até hoje.Aos 21 anos comecei a namorar o meu atual marido,num momento de bobeira engravidei,e no correr da minha gravides,conheci ele ou o pior lado dele.Não tive apoio e fui morar com ele.Ele é geminiano,vagabundo e passa a vida me desmoralizando em tudo.Tentei dezenas de xx fugir ,mas nunca consegui..Lutei muito para não perder a garra,mas hoje estou enfraquecida,acho que cansei.Sera que da pra recomeçar?Agradeço a oportunidade de ´´falar´´ obrigado.

     
    • OI Etelvina. Sempre podemos recomeçar. Na verdade a vida é um eterno recomeço. Procure ajuda, não fique sozinha. Se não consegue sair de uma situação onde sente-se presa, busque ajuda. Há diferentes formas de procurar ajuda. Que muitas bênçãos possam surgir em tua vida e que encontre as verdadeiras causas de tua felicidade.

       



Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.